BLOG

Diferenças entre gestão de risco e compliance

A sobrevivência de uma empresa no mercado depende muito das práticas e ações que são adotadas por suas equipes, isso independentemente do ramo em que atuam. Essas estratégias precisam ser muito bem traçadas com o intuito de garantir a correta atuação dos colaboradores, até mesmo dos diretores, bem como para evitar crises internas.

Para isso, podem ser adotados dois programas, que são a gestão de riscos e o compliance. Embora ambos visam o sucesso da empresa, apresentam diferenças entre si, mas, ao mesmo tempo, sua associação promove resultados ainda mais eficazes.

Como os dois costumam ser confundidos, preparamos este artigo com o intuito de conceituar a gestão de riscos e o compliance, além de apresentar as suas diferenças para que você possa adotar essas estratégias de uma forma mais assertiva em sua empresa. Continue lendo para saber mais!

O que é gestão de riscos

Toda empresa pode enfrentar riscos quando está atuante no mercado. Eles envolvem, por exemplo, questões financeiras, prejuízos para a imagem da organização, bem como a não aceitação de um produto ou mesmo seus altos custos de produção, que inviabilizam o preço final.

Esses são apenas alguns exemplos de problemas que podem ser enfrentados pelas empresas, pois em cada segmento eles podem variar. Sendo assim, é preciso que seja realizada uma boa gestão de riscos para antever essas situações desfavoráveis, que podem ser provocadas por fatores internos ou externos, e que provocam incertezas ou imprevisibilidade.

A tarefa dos profissionais responsáveis pela gestão de riscos é implementar ações, processos ou atividades que visam identificar, analisar, corrigir e evitar qualquer falha ou deficiência que possa comprometer o crescimento ou o sucesso da empresa.

Isso também envolve identificar oportunidades que ajudem a agregar valor para a companhia, ou melhorar a sua presença de mercado, favorecendo os produtos ou serviços oferecidos e a infraestrutura da organização como um todo.
Assim, a gestão de riscos ajuda a identificar problemas internos, analisar fatores externos, verificar falhas nos processos, aquilo que pode estar causando ou vir causar prejuízos, assim como o que pode ser melhorado e/ou aproveitado em prol do sucesso da empresa.

O que é compliance

No caso do compliance, essa prática caminha em um sentido diferente da gestão de riscos. Consiste em mecanismos ou estratégias que são adotados com o intuito de garantir que cada um dos processos da empresa esteja sendo realizado de acordo com as suas políticas internas e a legislação vigente.

Basicamente, se refere a fazer análises e controle para que todas as regras sejam seguidas adequadamente. Por isso, o compliance se relaciona de forma direta com a ética, profissionalismo e prevenção de corrupção dentro da organização.

Envolve, inclusive, o cumprimento dos valores e da missão da empresa, além do relacionamento com fornecedores, clientes e investidores, sempre visando garantir a proteção dos interesses da organização e das pessoas que com elas estão envolvidas.

Esse cumprimento de normas, regras e políticas é fundamental para que a empresa atue em conformidade com a sua própria cultura, mas também esteja adequada a todas as leis, diretrizes ou regulamentos envolvidos com seu setor de atuação, garantindo a legalidade do negócio e a sua transparência.

As diferenças entre as duas práticas

Como você pôde ver, a gestão de riscos e o compliance são diferentes, uma vez que no primeiro caso identificamos problemas ou conseguimos antevê-los com o intuito de preveni-los ou corrigi-los, para que a empresa não passe por dificuldades. Já no caso do compliance, a preocupação é fazer com que todos os processos da empresa sigam as regras e normas internas ou externas.

Perceba que quando o compliance é aplicado corretamente também conseguimos fazer o gerenciamento de riscos. Afinal, se uma determinada regulamentação não é seguida, existe o risco de multas posteriores, o que gera prejuízo financeiro e para a imagem da organização.

Sendo assim, embora a gestão de riscos e o compliance sejam diferentes eles precisam atuar em conjunto, porque se complementam e garantem uma boa atuação no mercado, consequentemente, o crescimento da organização, sua credibilidade e valorização.

2 Comentários

  1. Jarbas Gonçalves cabral

    A gestao e a ferramenta fundamental para o gerenciamento da empresa.
    Parabens Paulinha pela aplicacao desta ferramenta na sua empresa.

    Responder
    • camila

      Exato! Fundamental.

      Responder

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *