Menu
Logo da Etesco Construções

EIA/RIMA: O que é?

Atualizado em 05/10/2021
Tempo de leitura: 3 min.

O EIA/RIMA é um documento criado com o intuito de gerar um relatório de impactos ambientais referentes à instalação de um determinado empreendimento, a fim de levar a público as vantagens e desvantagens da obra que será executada ali.

Dependendo do porte, localização e da tipologia de um empreendimento, ele pode gerar uma série de impactos ambientais e até mesmo sociais na região onde será instalado. Por isso, muitas vezes é preciso criar o EIA/RIMA, documento que mostra quais serão esses impactos. 

Outras informações também estão contidas nesse documento, que deve ser elaborado conforme a resolução do CONAMA. Quer saber mais sobre o assunto? Então continue lendo para entender o que é o EIA/RIMA, a importância que ele tem, entre outras informações.

O que é o EIA/RIMA?

A sigla EIA/RIMA na verdade se refere a dois documentos diferentes, mas que estão conectados entre si. São eles: o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA).

Sobre o EIA 

O Estudo de Impacto Ambiental consiste em um documento essencial para fazer o planejamento ambiental, avaliar impactos e delimitar a área de influência de novos empreendimentos. Identifica as prováveis e possíveis consequências ambientais que essa obra causará no local onde ela será implementada. 

O EIA é o resultado do trabalho de especialistas que fazem avaliação do projeto e também do local, a fim de fazer um levantamento de todos os aspectos favoráveis e negativos que serão provocados no meio físico, biótico e socioeconômico. 

Esse documento é de caráter restrito em razão do sigilo industrial que o envolve. Assim, suas informações são reservadas à empresa que pretende realizar a obra, e esses detalhes técnicos não são compartilhados com o público.

Sobre o RIMA 

O Relatório de Impacto Ambiental é o documento que será criado a partir do Estudo de Impacto Ambiental. Ele é elaborado com o intuito de divulgar para a sociedade um laudo simplificado de tudo aquilo que foi observado com o estudo.

Traz uma linguagem mais acessível e objetiva, a fim de apresentar quais são as vantagens e possíveis desvantagens do projeto, e as consequências ambientais que ele acarretará.

O que está contido nesse documento?

O EIA/RIMA, como dito, apresenta um diagnóstico sobre os impactos ambientais de um novo empreendimento, quais serão os prejuízos para o ar, o subsolo, o clima, as águas, a fauna e a flora. Também apresenta possíveis impactos socioeconômicos, como a necessidade de desocupação da área e os prejuízos que isso pode trazer para a comunidade local. 

Entretanto, o documento não apresenta apenas problemas decorrentes do empreendimento. Ele também mostra quais medidas serão adotadas para compensar e mitigar os danos que estão previstos, a fim de reduzir ao máximo os prejuízos para o ambiente de um modo geral. 

Ele vai apresentar, ainda, quais serão as vantagens desse novo empreendimento, trazendo a expectativa de como será a qualidade ambiental da região depois que o projeto for implementado.

Quando é preciso elaborar o EIA/RIMA? 

O que define a necessidade da criação do EIA/RIMA são os parâmetros definidos pela Resolução do CONAMA n° 001 de 1986. Essa resolução se tornou uma exigência nos órgãos ambientais a partir da Lei Federal n° 6.938 de 1981, que estabelece a Política Nacional do Meio Ambiente, e que foi regulamentada pelo Decreto Federal n° 99.274/90.

É preciso considerar a integração dos parâmetros de localização, porte e tipologia do empreendimento, propriedade ou indústria. Sendo assim, antes de dar início a um novo projeto, é preciso antes recorrer a profissionais habilitados para realização desse estudo, para que seja respeitada a legislação vigente. 

Lembrando que após a elaboração do EIA/RIMA o relatório precisa conter um levantamento e as conclusões do órgão público licenciador, deve ser publicado em um edital na imprensa local, com posterior abertura de uma audiência pública, para definir se o projeto será autorizado ou se haverá o indeferimento dele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O graute é um tipo de argamassa ou concreto específico que apresenta uma consistência um pouco mais fluida. Saiba onde ele pode ser aplicado!
Ler Mais
Entre as patologias mais comuns da construção civil estão as rachaduras e fissuras. Mas, será que elas são a mesma coisa? Entenda as diferenças!
Ler Mais
1 2 3 56

© ETESCO, 2022. Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por Surya Marketing Digital.