Logo da Etesco Construções
Menu

O que é e como medir a produtividade da obra

Tempo de leitura: 4 min.

A produtividade no canteiro de obra é um parâmetro importante que ajuda a entender o modo como a mão de obra humana se relaciona com os materiais, recursos e resultados, buscando técnicas e estratégias para manter essa relação equilibrada.

Fazer mais em menos tempo e da melhor forma possível. Esse tem sido um dos objetivos principais das empresas de todos os setores hoje em dia. Afinal, com a alta concorrência encontrada nos vários segmentos, é preciso desenvolver diferenciais que permitam se destacar da concorrência, e um deles é a produtividade

Ela também impacta os resultados no canteiro de obras, por isso, o setor de construção civil precisa ser mais produtivo. Para isso, é fundamental saber como medir esse parâmetro, a fim de promover melhorias que possibilitem elevar a qualidade do trabalho em todos os sentidos.

Neste artigo explicamos o que é a produtividade na construção civil e o que é preciso fazer para medi-la. Continue lendo para conferir essas e outras informações.

O que é produtividade na construção civil?

O conceito de produtividade é muito amplo. Ele envolve não apenas o tempo que os profissionais precisam para desempenhar uma tarefa e entregar um determinado resultado, mas também se relaciona com os custos envolvidos nesse processo, as melhorias no ambiente de trabalho, a expansão de mercados, entre outros. 

Entretanto, o foco principal desse conceito na construção civil consiste no modo como os recursos humanos se relacionam com os recursos materiais e os resultados. Essa relação precisa estar bem equilibrada para que o projeto, além de bem executado, não sofra atrasos, imprevistos ou qualquer outro problema ao longo do caminho. 

Sendo assim, quando falamos em produtividade na obra estamos nos referindo à melhor utilização dos recursos disponíveis no canteiro. São desenvolvidas estratégias para aproveitar da melhor forma os insumos, ferramentas, o espaço físico, os processos de transporte, e assim por diante. 

O desenvolvimento dessas estratégias de produtividade na obra envolve uma análise do modo como os processos são realizados, para identificar aquilo que pode ser melhorado conforme as técnicas e métodos disponíveis no mercado. Também envolve o preparo dos profissionais envolvidos para que possa utilizar tudo isso do modo mais adequado.

Por que se importar com ela?

Na construção civil, a produtividade influencia o equilíbrio geral do resultado. É preciso se preocupar com ela porque impacta diferentes dimensões do projeto, a começar pelo prazo de entrega. Ele pode ser melhor mensurado quando sabemos quão produtivo o canteiro é. 

É válido lembrar que toda obra que demora mais tempo para ser entregue do que foi previsto exige um investimento maior do que foi pré-calculado. Os atrasos requerem orçamentos maiores, o que traz insatisfação para o cliente e, em alguns casos, até mesmo a inviabilidade do projeto. 

Investir em estratégias para aumentar a produtividade é uma forma de dar fluidez para os processos. Os recursos, materiais e espaços são utilizados de uma forma mais adequada; há maior segurança e organização, e a gestão também fica facilitada. 

Quando temos um canteiro mais produtivo, minimizamos os obstáculos e os imprevistos que poderiam surgir na cadeia produtiva. Eliminamos diversos gargalos, além de alcançar resultados com mais qualidade, tanto os parciais quanto os gerais, e isso contribui, ainda, para uma maior lucratividade.

Como medir a produtividade da obra?

Para medir a produtividade na obra é preciso pensar em indicadores. Eles representam os parâmetros que você deseja conhecer para que possa melhorar aspectos específicos no canteiro. Entretanto, existem cálculos básicos que podem ser realizados para fazer essa medição. 

Há dois índices que servem como base para fazer o cálculo da produtividade. São eles:

  • razão unitária de produção (RUP);
  • consumo unitário de materiais (CUM).

Na fórmula RUP multiplicamos o tempo pela quantidade de profissionais e dividimos pela quantidade de serviço, ou seja: 

RUP= tempo x profissionais/serviço

Na fórmula CUM dividimos a quantidade real de materiais consumidos pela quantidade de serviço realizado com esse material, ou seja:

CUM= qtde real de materiais/qtde de serviço

Você também pode fazer o cálculo do índice individual de uma determinada frente de trabalho. Nesse caso, dividimos a quantidade de serviço pela razão entre o tempo de execução e a quantidade de trabalhadores na operação. Ou seja:

Índice individual= qtde de serviço/tempo x qtde de trabalhadores

Parece meio complicado? Não se preocupe. Existem ferramentas online que você pode utilizar para fazer esses cálculos, além de materiais que você pode consultar para:

  • entender os custos dos serviços em um canteiro de obra (TCPO);
  • conhecer os fatores que impactam de forma positiva ou negativa a produtividade;
  • conferir indicadores de produtividade na construção civil (manual básico da CBIC).

Ter essas ferramentas e materiais em mãos é fundamental para que você possa elaborar o projeto com maior consciência e de maneira estratégica, traçando metas conforme aquilo que é palpável e trazendo prazos e números para a realidade, sem suposições.

Lembrando que é possível definir os próprios indicadores para fazer a medição da produtividade no canteiro de obra, analisando, por exemplo, o uso do espaço físico, das ferramentas, da gestão logística, entre outros.

Também existem diversos fatores que impactam a produtividade na obra, logo, é necessário um olhar global no canteiro para não só fazer o cálculo, mas também identificar aquilo que está afetando de forma positiva ou negativa, para buscar métodos, técnicas e estratégias que ajudem a fazer adequações e ter um canteiro mais produtivo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você sabe quais são as vantagens de utilizar pré-moldados no canteiro de obras? Entenda como esse tipo de estrutura contribui com o trabalho na construção civil.
Ler Mais
As obras de infraestrutura auxiliam o desenvolvimento do país. Confira quais os principais desafios de obras de infraestrutura!
Ler Mais
1 2 3 44

© ETESCO, 2021. Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por Surya Marketing Digital.

linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram