Menu
Logo da Etesco Construções

Quais as etapas de um gerenciamento de obras?

Atualizado em 15/07/2021
Tempo de leitura: 3 min.

O gerenciamento de obras é um método pelo qual uma obra é planejada, controlada e monitorada. Em outras palavras, é um serviço dinâmico que garante que a obra fique pronta no tempo proposto.

A imagem mostra dois engenheiros planejando a obra.

No post de hoje, vamos falar mais sobre este assunto e você vai descobrir quais são as etapas desse processo. Acompanhe!

Características do gerenciamento de obras

Aqui no Brasil, segundo a Lei 5.194 de 1996, os arquitetos e engenheiros civis são os principais responsáveis pelo gerenciamento de obras, que envolve a administração de tempo, recursos e equipe para o cumprimento do cronograma, além da previsão financeira.

Quando um profissional se coloca à frente da gestão de obras, ele precisa garantir que tudo será executado corretamente, de acordo com o que está no projeto.

É sempre muito importante detectar problemas e pensar em alternativas que possam auxiliar nas situações mais difíceis, de maneira antecipada. Isso será um grande benefício não somente para a construtora, mas para o contratante também.

Desta forma, então, podemos dizer que, quando o gestor atua do início ao fim da obra, existem mais chances de a construtora cumprir todas as suas metas.

Modalidades do gerenciamento de obras

O gerenciamento de obras utiliza habilidades, conhecimentos, ferramentas e técnicas durante toda a obra, desde o início do projeto até a execução e encerramento, sempre buscando alcançar os objetivos propostos.

Existem algumas modalidades desse gerenciamento, que vamos destacar a seguir.

  • Gerenciamento pleno: Algo mais completo, que oferta mais soluções para os clientes, sendo de ponta a ponta;
  • Gerenciamento parcial: Responsável somente por alguns itens do projeto, enquanto outros permanecem com o cliente;
  • Equipe de apoio: Equipe para supervisão de campo, planejamento executivo de projetos (PEP), controle financeiro, gestão de contrato, entre outros.
  • MOC (Mão de obra contratada): Gestão total do cliente, com a mão de obra especializada para as necessidades que são específicas.

E quais são as etapas?

Para que a gestão de obras seja realizada de forma eficiente, é preciso ter bastante atenção e se preocupar desde o momento do estudo de viabilidade, até o cumprimento dos prazos.

Neste caso, então, devem ser seguidas algumas etapas, fundamentais para entregar um trabalho de qualidade. São elas:

Quando um profissional se coloca à frente da gestão de obras, ele precisa garantir que tudo será executado corretamente, de acordo com o que está no projeto.

É sempre muito importante detectar problemas e pensar em alternativas que possam auxiliar nas situações mais difíceis, de maneira antecipada. Isso será um grande benefício não somente para a construtora, mas para o contratante também.

Desta forma, então, podemos dizer que, quando o gestor atua do início ao fim da obra, existem mais chances de a construtora cumprir todas as suas metas.

Estudo de viabilidade

O estudo de viabilidade econômica e técnica é essencial, uma vez que, ao avaliar os custos da construção de um imóvel e as chances de venda, o construtor consegue avaliar também se valerá a pena tal investimento.

Analisar orçamento

Esse é outro fator a ser considerado no gerenciamento de obras. É muito importante ter cuidado ao levantar os preços para a construção. Deve-se acompanhar as mudanças no mercado, pois isso ajudará a diminuir os riscos.

Lembre-se de avaliar os preços de cada localidade para realizar um orçamento correto e acompanhar também a inflação.

Planejar os materiais

Depois do estudo de viabilidade e orçamento, é o momento de planejar os materiais que serão utilizados na construção e de que maneira serão armazenados.

Executar o projeto

Esse é o momento onde acontece o gerenciamento de tudo o que foi planejado nas etapas anteriores, seguindo o cumprimento de cronograma, além de ações corretivas para possíveis desvios no projeto, avaliando mudanças.

Monitoramento e controle

Após organizar todas as etapas, é o momento de realizar o monitoramento de todo o trabalho. Isso ajudará a evitar desperdícios de materiais, contribuindo para a redução de custos.

Além disso, é necessário que o profissional responsável acompanhe a equipe, esclareça duvidas, previna erros e garanta a segurança de todos. Deve ser estipulada uma meta diária, mantendo comunicação efetiva.

Encerramento da obra

O encerramento consiste em gerenciar a formalização e aceitação de todo o projeto, verificando se os objetivos estabelecidos foram alcançados, e registrando as lições aprendidas, como a melhoria dos processos.

E então, gostou de saber mais sobre as etapas de gerenciamento de obras? Conte-nos!

Deixe um comentário e compartilhe o conteúdo de hoje!

Até o próximo post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

O graute é um tipo de argamassa ou concreto específico que apresenta uma consistência um pouco mais fluida. Saiba onde ele pode ser aplicado!
Ler Mais
Entre as patologias mais comuns da construção civil estão as rachaduras e fissuras. Mas, será que elas são a mesma coisa? Entenda as diferenças!
Ler Mais
1 2 3 56

© ETESCO, 2022. Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por Surya Marketing Digital.