Menu
Logo da Etesco Construções

Tecnologias que podem Revolucionar o Saneamento Básico

Atualizado em 18/01/2022
Tempo de leitura: 3 min.

Tecnologias digitais, como Internet das Coisas, Big Data, machine learning e aplicativos colaborativos podem contribuir com o aprimoramento do setor de saneamento básico. Porém, também existem inovações tecnológicas específicas para esse ramo, como o sistema MBBR, membranas filtrantes e processos com biomassa aeróbica granular.

O uso de novas tecnologias nos diferentes setores de atuação visa aprimorar os processos e otimizar o modo como as empresas realizam suas atividades. Essa realidade não é diferente quando se trata de saneamento básico. 

As inovações tecnológicas também são fundamentais para garantir que os serviços de saneamento sejam cada vez mais aprimorados, promovendo maior eficácia em seus resultados, produtividade e redução de custos. 

Para isso, é possível a utilização de tecnologias específicas para o setor de saneamento e também aquelas voltadas para o mundo digital. Neste artigo vamos apresentar algumas tecnologias que podem revolucionar o saneamento básico no Brasil, falando de forma específica das inovações voltadas para esse setor. Continue lendo para conferir!

Sistema MBBR

O sistema MBBR, ou Moving Bed Bio-Reactor, utiliza biomídias dentro de reatores biológicos para aumentar a população de micro-organismos. Essas biomídias são peças pequenas confeccionadas em plástico que facilitam a formação de um biofilme concentrado.

Assim, é possível manter o volume de reação igual ao dos sistemas convencionais, mas conquistando uma população de micro-organismos muito mais ampla, favorecendo o tratamento realizado. É ideal para otimizar o tratamento do esgoto em locais onde há pouco espaço.

Medidores Online de Qualidade de Água

Os processos e etapas aplicados no tratamento da água e do esgoto precisam passar por um rigoroso controle. Os medidores online de qualidade de água são uma tecnologia que contribui muito para a otimização desse trabalho, enrijecendo ainda mais esse controle.

Esses aparelhos contêm sensores online que são ligados a um display. Por meio desses dispositivos, é possível coletar informações importantes sobre a água, como:

  • pH;
  • Cor;
  • Turbidez;
  • Temperatura;
  • Concentração de sais;
  • Quantidade de cloro residual.

Com o acesso facilitado e mais preciso dessas informações, é possível controlar com maior eficácia a qualidade dos tratamentos realizados, fazendo intervenções nas etapas em que for necessário.

Biomassa Aeróbica Granular

Os processos realizados com biomassa aeróbica granular recebem o nome de Nereda. Essa tecnologia foi desenvolvida pela Universidade de Tecnologia de Delft, na Holanda, e consiste em um método revolucionário de tratamento do esgoto.

No sistema Nereda a biomassa que faz o tratamento do esgoto se estrutura em grânulos em vez de flocos. A diferença parece não ser significante, porém, é fundamental para garantir uma sedimentação mais rápida, sem que seja necessário adicionar produtos químicos ou fazer a instalação de unidades de decantação.

As bactérias que formam esses grânulos com a matéria orgânica também fazem a remoção de substâncias como o nitrogênio e o fósforo, realizando o tratamento terciário das águas residuais.

Membranas Filtrantes 

Essa tecnologia ainda está sendo estudada, mas já apresenta uma grande eficiência. Isso porque a utilização de membranas filtrantes para a água ajuda a reduzir a área de ocupação das estações de tratamento de água, fazendo a substituição dos filtros de areia com dimensões maiores.

O estudo está sendo conduzido porque as membranas filtrantes ainda apresentam um aspecto negativo, que é o alto custo de implantação.

Monitoramento de Desperdícios

A tecnologia também tem sido utilizada com o intuito de evitar o desperdício de água. Para isso, são utilizados equipamentos com tecnologia moderna, como sistemas acústicos ou programas a base de imagens via satélite.

O intuito é coletar e analisar os algarismos gerados pelos equipamentos e identificar anormalidades nas redes de tubulação subterrâneas, registrando com precisão o local onde há perda de água. Assim, ela não é desperdiçada e a intervenção ocorre com precisão.

O saneamento básico é composto por uma série de serviços fundamentais que garantem a melhor utilização dos recursos, a preservação da natureza e a saúde do ser humano, além de contribuir com a economia. Por isso, o uso de novas tecnologias é essencial para que as atividades desse setor sejam otimizadas, apresentando cada vez mais eficácia e qualidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

 | 28 / 01 / 22
Entenda por que é tão importante para o saneamento básico ampliar a coleta e o serviço de tratamento de esgoto e como isso impacta a qualidade de vida das pessoas.
Ler Mais
 | 21 / 01 / 22
Diversos desafios ainda são enfrentados e dificultam o acesso à água no Nordeste. Entenda quais são esses desafios e o que pode ser feito.
Ler Mais
1 2 3 6

© ETESCO, 2022. Todos os direitos reservados. | Desenvolvido por Surya Marketing Digital.