BLOG

Como compor um orçamento de obras bem sucedido

Parte primordial de uma construção, o orçamento de obras é um documento que tem como objetivo determinar os gastos que a execução de uma obra terá pela frente. Geralmente, ele engloba os custos desde o início de uma edificação, até o momento em que a construção é finalizada.

Mas, para ter um bom orçamento, é necessário dispor de um grande número de dados, e ter um conhecimento detalhado de todos os métodos que serão utilizados na obra, para que seja possível fazer um cálculo confiável de todos os insumos.

No post de hoje, falaremos mais sobre este assunto. Selecionamos algumas dicas essenciais para a elaboração de um orçamento de obras bem sucedido. Acompanhe!

Definindo o investimento de uma obra

Análise

Nesta etapa, a viabilidade da obra é analisada, levando sempre em consideração o que será construído, para quem será e por quê. É preciso avaliar o custo aplicado a todo investimento, e projetar o lucro desejado, mantendo um orçamento que concorde com a realidade. É importante saber se o projeto está dentro das leis vigentes, pois se houverem coisas inadequadas, o custo poderá ser maior.

Documentação

Como o nome sugere, essa é a etapa de avaliação de toda a documentação que será necessária, e os possíveis custos para aprovação das mesmas. Deve-se ter uma lista com tudo o que for preciso, e preparar os papéis com antecedência, evitando atrasos.

Tomada de decisões

Aqui é determinado o potencial do empreendimento. É necessário calcular o tempo médio em que a obra será realizada, bem como possíveis atrasos, e fazer uma previsão do mercado imobiliário para quando houver a conclusão da obra. Essa é uma avaliação muito importante. Ao final dessas etapas, a estimativa de lucro, o tempo médio e o investimento disponível, precisarão ser definidos para que então, o orçamento seja elaborado.

Principais fases do orçamento de uma obra

Já apresentamos um panorama geral de como é possível lidar com a definição de investimento. Agora, vamos ao orçamento na prática!

Estudo de variáveis

Levantamento e organização de todas as informações disponíveis, e de tudo o que pode gerar lucros, incluindo os profissionais responsáveis pelo projeto, materiais utilizados, documentos, entre outros. A organização desses dados deverá ser feita em planilhas, e quanto mais específica for, melhor será a precisão dos custos.

Composição dos custos

São diversos os custos que compõem uma obra. Alguns são diretos, outros indiretos. Os diretos estão associados aos serviços no canteiro de obras e ao custo com os materiais. E as despesas indiretas são aquelas necessárias para que as atividades no campo sejam realizadas, como por exemplo, o gasto com os funcionários que realizam os serviços administrativos com materiais de escritório, taxas, seguro, entre outros.

Fechamento do orçamento

Com o orçamento praticamente finalizado, o construtor pode estipular a lucratividade que deseja obter. Atualmente, já existem tecnologias que auxiliam na hora de realizar o orçamento de uma obra, facilitando também a vida dos profissionais desta área e ajudando em cada etapa deste processo.

Agora que você já possui um conhecimento básico em orçamento de obras, deixe um comentário abaixo!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *