Menu
Logo Links Úteis | Etesco

Qual a função da Estação de tratamento de esgoto (ETE)?

Atualizado em 20/12/2023
Tempo de leitura: 2 min.

Para ser utilizada com segurança, livre de dejetos e outros microrganismos, a água deve passar por uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).   

a imagem ilustra uma estação de tratamento
Canva | Fonte: henrikjonsson

Quer saber mais detalhes e entender melhor a função da ETE? Continue acompanhando o post de hoje!

Como funciona uma Estação de tratamento de esgoto?

A maior parte dos efluentes industriais e domésticos são lançados no meio ambiente, contaminando o solo e a água e se destacando pelo mau odor e a cor, ambos desagradáveis e perigosos para a população.  

Nesse contexto está inserida a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), uma instalação ou unidade operacional do sistema de esgotamento sanitário, projetada para tratar a água que será destinada para fins domésticos e industriais, removendo poluentes e contaminantes.  

O processo de tratamento realizado em uma ETE envolve várias etapas, que visam purificar a água, tornando-a mais segura para o descarte ou reutilização. As principais etapas do tratamento incluem:  

Pré-tratamento

Nesta etapa, ocorre a remoção de materiais grosseiros, como areia, pedras, detritos e grandes sólidos que podem danificar ou interferir no processo de tratamento.

Tratamento primário

Separação física por sedimentação, onde parte dos sólidos maiores são removidos. Nesta fase, ocorre a formação de lodo

Secundário

Utilização de processos biológicos, como lagoas de estabilização, reatores, entre outros, para remover a matéria orgânica dissolvida e os microrganismos patogênicos que ainda estão presentes no efluente após o tratamento primário.

Terciário 

Etapa que visa remover substâncias específicas, como nutrientes (nitrogênio, fósforo), patógenos remanescentes, produtos químicos ou metais pesados, para alcançar um nível mais alto de pureza da água. Podem ser utilizadas algumas técnicas, como:

  • Microfiltração: É aplicada uma pressão e a mesma realiza a separação da parte líquida e dos sólidos poluentes.
  • Precipitação química: Adição de substâncias coagulantes, para formar flocos que decantam o lodo.
  • Adsorção: Usa-se carvão ativado nesse processo, transferindo os poluentes para a superfície.
  • Troca iônica: Ocorre a retenção dos íons poluentes na resina polimérica.

Estação de Tratamento de Esgoto e sua importância

O esgoto não tratado pode causar a poluição, prejudicando o ecossistema e comprometendo a qualidade da água potável. 

Podemos dizer, então, que a estação de tratamento de esgoto é fundamental na preservação do meio ambiente, na proteção da saúde e na conservação dos recursos hídricos

O tratamento ajuda a remover os agentes patogênicos, como bactérias, vírus e parasitas presentes na água, evitando a propagação de doenças que podem ser transmitidas. 

Em geral, as estações de tratamento de esgoto são projetadas para atender aos padrões e regulamentos ambientais, que visam proteger a qualidade da água e do meio ambiente, minimizando os impactos adversos.

Possui outras dúvidas sobre o assunto? Comente abaixo e compartilhe!

Até o próximo post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 30 / 04 / 24
Saiba por que as barragens são essenciais para o desenvolvimento econômico. Clique aqui e entenda suas aplicações!
Ler Mais
 | 15 / 12 / 23
Em 2023, houve a perda de aproximadamente 36% de água potável no Brasil, algo que pode ser evitado com uma gestão mais eficiente de redes hidráulicas. ENTENDA!
Ler Mais
1 2 3 13

Desenvolvido por Surya Marketing Digital.

Todos os direitos reservados © 2024
Site atualizado em:
08:31 | 12/06/2024