Menu
Logo da Etesco Construções

Refino do petróleo: como funciona o processo e qual a finalidade?

Atualizado em 02/02/2024
Tempo de leitura: 2 min.

O refino do petróleo é caracterizado como o processo de separação dos seus componentes, transformando o petróleo bruto, extraído do subsolo, em gasolina, diesel, querosene e diversos petroquímicos.

a imagem ilustra uma refinaria de petróleo
Freepik | Fonte: wirestock

Quer entender mais sobre este assunto e descobrir como funciona? Acompanhe o post a seguir!

O que é o refino do petróleo?

Podemos dizer que o petróleo bruto é uma mistura de hidrocarbonetos, isto é, compostos orgânicos que contêm hidrogênio e carbono, além de pequenas quantidades de enxofre, nitrogênio, oxigênio e outros elementos.

E, conforme dissemos, o refino do petróleo é um processo industrial no qual o petróleo bruto é extraído e passa por uma série de etapas. Assim sendo, ocorre a separação, purificação e transformação de todos os seus componentes.

Qual o objetivo do refino do petróleo?

O objetivo do refino do petróleo é separar e purificar seus componentes, removendo impurezas e ajustando sua composição para atender às especificações exigidas.

Em outras palavras, é um processo que, após finalizado, fornece produtos específicos que atendem às exigências do mercado e das aplicações industriais. 

A gasolina, por exemplo, é o principal combustível para os veículos, enquanto o diesel é amplamente utilizado em motores a diesel para transporte e geração de energia. 

Já o querosene é utilizado na aviação e os óleos lubrificantes são essenciais para a manutenção e eficiência de máquinas e motores.

Além dos combustíveis, o petróleo refinado é a matéria-prima para a indústria petroquímica, que produz uma ampla gama de produtos químicos, plásticos e materiais sintéticos essenciais para a sociedade moderna.

E quais são as etapas do refino do petróleo?

Todo o processo de refino, como o próprio nome sugere, ocorre em refinarias, sendo realizado por etapas como:

Destilação fracionada

É baseada na temperatura de ebulição de frações, após incluir o petróleo em um forno ou caldeira, ligado a uma torre de destilação em vários níveis, bandejas ou pratos. 

Ao longo do processo, a torre aumenta, fazendo com que a temperatura da bandeja diminua e assim o petróleo é aquecido.

Destilação à vácuo

Resíduos que não foram separados na etapa anterior são colocados em outra torre de destilação. A mesma possui uma diferença na pressão, recolhendo componentes como parafinas e graxas.

Craqueamento térmico ou catalítico

Ocorre a quebra de moléculas longas de hidrocarbonetos de elevada massa molar, sendo por meio de craqueamento térmico ou catalítico. O térmico, geralmente, é feito com catalisadores e importante para aumentar o rendimento do petróleo.

Reforma ou reestruturação de moléculas

Essa etapa é usada para a reorganização das moléculas e para gerar produtos que necessitam uma alta qualidade, como a gasolina. 

Vale lembrar que essas etapas podem variar, dependendo da complexidade da refinaria e do que será produzido.

Você já conhecia o refino do petróleo ou possui outras dúvidas? Deixe o seu comentário, compartilhe e até o próximo post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

 | 08 / 09 / 23
A extração de petróleo é um processo que ocorre de acordo com a profundidade em que o recurso se encontra. Saiba quais são as etapas e conheça tecnologias utilizadas!
Ler Mais
 | 23 / 04 / 21
A perfuração é o processo de retirada do petróleo das jazidas, de modo que ele atinja a superfície. Descubra quais são os tipos de perfuração!
Ler Mais
1 2 3 5

Desenvolvido por Surya Marketing Digital.

Todos os direitos reservados © 2024
Site atualizado em:
15:15 | 27/02/2024